Caminhos

No final da viagem cheguei a casa cansada.
Cansada das múltiplas viagens que tenho feito ultimamente dentro e fora de mim.
Os olhos cansados de fixar a paisagem que corria fora do vidro,
cansados de ver cada alteração da luz e das cores
do dia a chegar ao fim com a máxima atenção.
Os olhos vidrados de tanto contemplar a lua cheia,
enquanto o coração batia a um ritmo incerto,
quase fora do peito.
Cheguei a casa mesmo cansada...
Pois cada viagem, é uma viagem dentro de uma outra!
Um caminho percorrido do fundo ao cimo de mim,
e muitas vezes ao contrário,
enquanto os kilómetros e o tempo passam,
lá fora, quase sem eu dar conta.
Muitas vezes não me apetece ir.
Mas também não me apetece ficar.
Muitas vezes nem sei onde ir...
Mas enquanto vou, enquanto venho,
mais um bocado do meu caminho fica feito!
E fico ainda com mais certeza de que,
ainda que me perca,
serei sempre eu mesma...
Cá, lá ou pelo caminho!

1 Vizinho(s) mais amarelo(s):

Joana disse...

O importante é conseguirmos ser sempre nós mesmas em todas as situações.

Beijinhos