Um abraço apertado

Nos últimos dias, mais do que nunca, tenho muita vontade de te dar um abraço. Também tenho vontade de sentir o teu abraço, claro, mas mais que tudo tenho é vontade de te dar um. Porque sei que precisas... Porque sei que gostas. Porque sei que te faz bem.
Então ontem à noite tive uma vontade louca de sair de casa pra ir ter contigo. Pra te abraçar. Porque um abraço não precisa de palavras... e eu sentia que nada do que eu dissesse teria mais efeito do que um abraço.
Hoje era a minha vez de te fazer uma surpresa!! Ia aí, sem aviso, à procura de ti no meio da multidão, para te dar o tal abraço... Podiamos nem falar, podiam ser apenas uns minutos, mas eu ia. O problema é que tu és como um "bicho carpinteiro", não páras quieto, andas sempre a saltitar. Provavelmente não te encontraria! Por isso te perguntei para onde ias hoje... Apenas curiosidade, disse-te.
Eu queria era saber onde ias estar no dia em que devias estar nos meus braços!
No abraço apertado... que te quero dar.

6 Vizinho(s) mais amarelo(s):

Poetic GIRL disse...

Quantas vezes não sinto isso mesmo? Dar aquele abraço a quem nunca será meu... será errado pensar isso? bjs

Pérola Negra disse...

Poetic GIRL: Acho que todos nós sentimos vontade de dar ou de receber abraços.
Não digas já que nunca será teu, não sabes o futuro. A vida dá tantas voltas. E acredita, se tiver que ser teu, a vida dará as voltas necessárias, nem que tenha que ficar de cabeça pra baixo! =)

Eu posso dizer-te que a pessoa a quem quero dar um abraço apertado já me deu muitos "aquele abraço"! E é por isso que eu só posso querer que aquele abraço seja meu...
Beijinhos

m.a.r.o. disse...

Tens uma forma extremamente poética de transmitir os sentimentos aparentemente mais simples...
É notável a forma como o teu coração bate nos teus dedos...
Não mudes nunca! És belíssima!

Pérola Negra disse...

m.a.r.o: Poético foi o teu comentário! Também não mudes nunca... és profundíssimo!

Osga disse...

O tempo que perdem em poesias podiam ser mais efectivos e passar à acção...

Pérola Negra disse...

Osga: E tu podias passar mais tempo a fazer poesia! Ou a escrever!! Isso é que era!
Mas está bem, eu vou abrir uma excepção e, desta vez, vou concordar contigo. Devemos partir para a acção... Da proxima vez que me apetecer espancar-te, eu espanco mesmo!