Here comes the bride all dressed in white III



Bem, como andamos numa de casamentos. Hoje, o assunto é as mesas. Ando curiosíssima por saber quem é foi que inventou aquela coisa gira da “mesa dos solteiros”ou vulgarmente alcunhada mesa dos encalhados. Porque tenho que lhe dar um bravo aplauso. (Aplausos)


Pois bem, a única coisa que me deixa abespinhada são os olhares briosos e vaidosos dos que se sentam nas ditas “mesas dos casados”, dos adultos. Claro, porque uma aliança tem o poder mágico de atribuir mais juízo a uma pessoa de um dia para o outro. Pois agora já têm status, são consideradas pessoas sérias, responsáveis, conscientes e bons pais de família. Já tem o privilégio de se sentar na “mesa dos adultos”. Olham para a “mesa dos solteiros” como a clássica mesa dos jantares de família a “ mesa das crianças”.

Mas quem é que deu o direito aos noivos de seleccionar o povo só pelo seu estado civil?! Que mania!



Espera... Já sei! Fez-se luz na minha cabeça de bibendum. É porque nos querem arranjar casamento,com outro solteirinho casadoiro? Nada melhor que aranjar casamento, noutro casamento. (Not).
Só pode ser por isso, para ver se desencalhamos e desamparamos a loja das velas!

Lá porque ainda nos sabemos divertir, não quer dizer que não nos sabemos comportar. Ou estão com miufa que podemos furtar as atenções dos vossos maridinhos porque ainda não esquecemos a criança que há em nós?!




Isto é assim meus caros, a mesa é a mais divertida do casamento, porque nós estamos bem solteiros, por opção ou convicção, e também porque nunca falta vinho e asneirada. Perdoem-me o cliché. Sim?!


Por isso, agradecemos a triagem, encarecidamente. Proponho aos pombinhos e futuros noivos que distribuem um solteiro ou vulgo “encalhado” por cada uma das restantes mesas. Porque realmente não há paciência para casamentos depressivos, que mais parecem um episódio repetido do José Hermano Saraiva ao sábado á noite. Que maçada!

Até um unplugged do Toy é mais animado.

Com certeza que o dia vai ser memorável, e não estou a falar da noite de núpcias. Essa, fica para um próximo post.



Bibendum

4 Vizinho(s) mais amarelo(s):

Luny disse...

O pior de tudo é quando a mesa dos solteiros é a mesa da canalha, ou dos pré-adolescentes, ou dos adolescentes e tu és a única adulta naquela mesa redondinha para doze pessoas e te encarregam de olhar pelos filhos dos outros! Já me revoltei com um primo meu por causa disso. Virei-me pra ele e disse-lhe, em plenos pulmões e em pleno copo-de-água: Se eu tivesse vocação para tomar conta dos filhos dos outros tinha ido para educadora de infância...

Enfiiiiim.....

Ladybug disse...

E a Luny não é a única, já me aconteceu exactamente o mesmo! Às vezes as pessoas (noivos) só pensam mesmo neles, imagino que não gostavam nada de estar na nossa situação! Em Maio vou a um casamento de um primo, e de primos somos imensos, com canalha à mistura e até estou mesmo para ver em que mesa vou calhar... Digamos que não é propriamente canalha, mas alguns na casa dos 9 anos ou assim! Estou a prever um desastre! LOL

beijinhos*

Bibendum disse...

Ladybag...assino por baixo a letras garrafais!!! A gerência do Bairro agradece a visita, volta sempre. Sim?! Bjs

Bad Girl disse...

E não ir a casamentos?
Isso é que é!
Já desisti de fazer fretes. E que bem que sabe...
B3ijos