Casamenteiras

Parece-me que há uma tendência natural no ser humano para juntar pessoas. Ou pelo menos tentar! Aliás a palavra "casamenteira" existe e não é por acaso. O que não faltam aí são casamenteiras e homens a querer fazer a vez do Santo António! Por vezes até acho uma certa graça, mas só às vezes... Confesso que também eu já tentei juntar amigos e conhecidos. É o chamado arranjinho! Ou porque achamos que as pessoas ficavam bem uma com a outra, porque há ali algo que achamos que iria encaixar bem, ou então quando se sabe, ou se suspeita, que dentro do peito de um bate mais forte o coração. Também já fiz esse papel! E já me senti muito orgulhosa e emocionada no casamento de dois amigos que eu ajudei a juntar. Há alturas na vida em que é necessário um empurrão... E a coisa vai! E vai muito bem!!
Mas umas vezes somos nós as casamenteiras, outras vezes somos nós as "noivas"! Até a Chefe das Finanças cá do sítio, que deve ter engraçado comigo, já me tentou "empurrar" para o colega de trabalho dela... Bem, só posso dizer que elas andam mesmo aí!
E eu por vezes até acho graça. Farto-me de rir! Porque até parece que é assim, simples, que isto do coração é de se escolher! Como se fosse como apontar um artigo numa montra para alguém comprar. Como se fosse assim simples! Farto-me de rir com os filmes que se fazem, com as coisas que se dizem!
Quando há de facto interesse, pelo menos de uma parte, um empurrão de uma casamenteira pode mesmo funcionar. Mas noutras alturas, bem pode empurrar quem quiser!

1 Vizinho(s) mais amarelo(s):

Joana disse...

Nem imaginas o que adoram me colocar no papel da "noiva".

Beijinhos