Frio, muito frio

Hoje acordei gelada.
Hoje sim está frio, mais frio do que nos outros dias, pelo menos aqui...
Sempre gostei mais do frio do que da chuva. Não gosto de andar com os pés molhados, muito menos de andar de guarda-chuva a rastos! A chuva é boa naqueles dias em que não há nada para fazer a não ser ficar no sofá a ler ou a ver um filme, enquanto a ouvimos bater no telhado. Aí sabe bem. Mas o frio cria uma atmosfera diferente. A luz é diferente, os telhados, os carros, os jardins e os campos ficam com aquela camadinha branca, da geada. Gosto dos dias frios em que brilha o sol, ainda que fraco.
Por ter acordado com frio, ainda no quente da minha cama, lembrei-me dos tempos de Secundário, em que saía de casa e estava tudo branquinho, e eu ia de mãos nos bolsos até à Escola por não as conseguir aguentar cá fora, de tão frias que estavam. Os meus amigos ficavam com pena e a todo o custo queriam aquecer-mas. Valiam-me muitos momentos de mãos dadas!
Sempre tive as mãos frias. Sempre brincaram comigo por causa disso... "Mãos frias, coração quente, amor para sempre!"
Recuei ainda mais no tempo e lembrei-me dos tempos da Escola Primária, sem aquecimento, apenas um queima-tudo antigo, insuficiente para aquecer a sala. No intervalo corriamos para junto dele e eu, queria era, principalmente, aquecer as mãos, pis nem consegui escrever direito...
Lembrei-me também de um jogo de infância. Aquele em que escondiamos alguma coisa e iamos dando orientações a quem procurava. Se a pessoa estivesse perto de encontrar o que tinha sido escondido, diziamos "quente, está quente", estão e a pessoa já sabia que estava perto de conseguir o que queria, que estava pelo menos no caminho certo. Se a pessoa estava a ir por um caminho que não era o melhor, se estava a ir por um caminho errado, diziamos "frio, muito frio".
Hoje acordei gelada e pensei logo, esta frio, muito frio.

1 Vizinho(s) mais amarelo(s):

Joana disse...

Eu hoje só não acordei gelada, porque de madrugada a minha gata decidiu saltar para cima da minha cama e servir-me de botija.
Eu també pertenço ao grupo daqueles que tem sempre as mãos frias.

Beijinhos