Hoje é um desses dias

Sei que sentes revolta por muitas das coisas que estão a acontecer na tua vida. Sentes revolta por teres tanto que fazer, por teres pouco tempo, por sentires tantas coisas boas e más. Sentes revolta por algo que ainda não sabes ser sorte ou azar....
Eu sou por natureza calma, mas há dias em que tudo cá dentro mexe, tudo fica em rebuliço. Hoje é um desses dias. Acordei com a revolta (que já se tinha deitado comigo ontem). Tudo me parece injusto. Tudo me parece pouco, tudo me parece muito! Nada me chega e por outro lado há coisas que estão a mais. Tudo me faz confusão e nada me importa na verdade. Afecta-me o silêncio, incomodam-me as palavras. Acordei revoltada mesmo!
Mas estou melhor, mais calma. Muito mais serena. Bastou a lembrança dos nossos abraços. Abraços "que não são dados só com os braços, não só com os peitos... são dados com almas, com as faces, com os pensamentos, com os momentos... com os sentimentos..."
Já estou bem melhor. Mas perfeito mesmo era eu estar encostada no teu peito.


2 Vizinho(s) mais amarelo(s):

Velho Anónimo disse...

"O encosto do teu peito... no meu peito... os teus momentos nos meus silêncios... os teus olhos nos meus sonhos... os teus 'sussurrar' sábios... nos meus lábios..."

Isso é que era perfeito!

Pérola Negra disse...

Velho Anónimo: Bem dizem que a velhice é um posto.... Eu não diria melhor! Tu é que sabes, tu é que sabes o que era perfeito!