Saudades...

Tenho um nó na garganta... tenho outro no estomago... São nós que não se desfazem. São nós que cada vez ficam mais emaranhados. São nós que aumentam e não diminuem. São dois nós que confundem o meu corpo, confundem o meu coração, confundem a minha cabeça, que se confundem... Tenho saudades de tudo e dói... mas dói tanto que não estou bem em lado nenhum... dói por dentro, dói por fora, dói por toda a parte... e eu quero que páre de doer... mas não quero deixar de ter saudades...

6 Vizinho(s) mais amarelo(s):

Zicha disse...

Lindooooooooooo!!!grande declaração!!!tu escreves...k ate dói!;)

cat in a bag disse...

como eu te compreendo...

Falo de ti disse...

És linda Lu =O)
Tu sabes que eu sei, o que é esse maldito nó...
Leva tempo a passar, mas acho que um dia passará!
Tem uma Pascoa maravilhosa com aqueles que te querem bem!
Beijoka ENORME
Ele

Zoo disse...

Espelho da minha alma...

"Pain, without love
Pain, I can't get enough
Pain, I like it rough
'Cause I'd rather feel pain than nothing at all"
(Three Days Grace - Pain)

Força "vizinha"
Bj
Borrega

Bailarina disse...

Esses nós, são bastante dificeis de suportar!! Eu também os suporto e sei,m que não posso voltar atrás... Passsam o tempo a dizer-me, que o tempo é o maior remédio!! Ao inicio, achava bastante estupido, mas agora começo a acreditar que têm razão... Com o tempo, tudo fica mais brando!! Mas mesmo assim, existem horas, minutos e até segundos, que se torna muito díficil de suportar e só apetece desaparecer!! Força muida... O "Bairro mais Amerelo de Portugal", não pode nunca desanimar... 8)
Bjinhos e Boa Pascoa...

Rui disse...

O jeito é não pensar muito nisso. Ainda vai aparecer alguém pra desfazer esses nós e fazer borboletas no estômago, lol.