Quero, não quero


"(...) morder com muita pressa a polpa dos minutos, sem lhes sorver o sumo, sem lhes tirar a casca, ter este modo brusco de engolir os segundos,(...) Quero, não quero, já não sei se quero. É tão triste o modo como dizes que talvez. ", como se talvezes houvesse. Nunca houve, nem haverá.


David Mourão Ferreira in Um amor Feliz; Obrigado Pipoca.

5 Vizinho(s) mais amarelo(s):

Iris R. Costa Barroso disse...

Dizer talvez, não soa bem a qualquer um.

Também nunca sei se quero que a vida passe depressa, ou se quero que ela se demore para que eu tenha tempo para a saborear.

Abraço amarelo,

Osga disse...

Detesto o "Quero não quero"

Ou é ou não é!!!

Joana disse...

Confesso que não tenho paciência para indecisos...

Falo de ti disse...

Como me disseram um dia:
" Nem f#@d" nem sai se cima!"
Sei o que é...
Ele

ps- Meninas amarelas, desculpem a minha ausência mas estou de volta =O)

as velas ardem ate ao fim disse...

Esta tudo dito aqui...são esta as palavras que ficaram por dizer no meu Velas!

Feliz 1º de Maio!

E viva a liberdade!

bjo